Planetóide X

Novidades sobre Arcania: A Gothic Tale

quinta-feira, junho 25, 2009 José Guilherme Wasner Machado 0 Comentários Categoria: ,

Como eu havia comentado em um outro post, o quarto jogo da série Gothic foi parar nas mãos de uma nova desenvolvedora, e seu título agora é Arcania: A Gothic Tale. A série sempre teve pouca aceitação no mercado norte-americano, talvez por conta da sua jogabilidade hermética. Para resolver esse problema, a desenvolvedora está tomando uma série de medidas para tornar o título mais fácil e acessível para o público mainstream. O site Gamespot publicou recentemente um "hands-on", com novas informações sobre o título e os rumos que ele está tomando. Vamos conferir o que há de mais interessante:


  • Serão incluídos um mini-mapa e um rastreador de quests (que serve para ver quais missões estão abertas e em que estágio, quais foram completadas, etc.) ao estilo de World of Warcraft. Nada muito original, claro, mas... essencial.


  • O Gamespot ficou mais uma vez impressionado com os efeitos da chuva e a maneira como a água cria poças, corre por valas e cai por buracos nos telhados das casas. Mesmo após a chuva terminar, a água continua escorrendo até que as poças e outros acúmulos esvaziem e sequem. O Gamespot também ficou impressionado com outros efeitos climáticos, como a transição noite-dia.

  • Diferentes teclas serão usadas para ataques a curta distância (com espadas, machados, etc) e a longa distância (com arcos, bestas, etc), de modo similar ao sistema de Fable 2. Dependendo da maneira como o jogador pressiona essas teclas, a intensidade do golpe variará. Ou seja, um "tapinha" na tecla resultará em um golpe leve, enquanto manter a tecla pressionada levará a um golpe mais poderoso. Combos podem ser atingidos através do acionamento simultâneo de múltiplas teclas em momentos específicos. Esses momentos serão indicados através de pistas visuais: quando a arma do jogador começar a brilhar, por exemplo. O Gamespot definiu o sistema como sendo "fácil de assimilar". Imagino algo na mesma linha de The Witcher, porém mais organicamente integrado à interface. Para tornar as batalhas ainda mais fáceis, será possível travar a mira nos inimigos, como ocorre em alguns jogos de tiro. Todavia, haverá um preço a pagar pela comodidade: o dano infligido ao inimigo será apenas metade do usual.


  • Haverão três ilhas no universo do jogo. O Gamespot testou uma delas, que é subdividida em seis áreas. Essas áreas serão desbloqueadas à medida que o jogador avançar na história. Pelo visto, é o fim do paradigma "full sandbox" que sempre caracterizou a série. Bem, se isso for usado com inteligência e parcimônia, pode até tornar o título mais interessante. Desde que ele não se torne um JRPG, bem entendido.

  • A customização permitida para o "herói sem nome" será pouca ou nenhuma (ai, ai, ai...). Todavia, haverão mais de cem tipos de armas e armaduras, que alterarão drasticamente os atributos e a aparência do personagem. Não gostei muito disso. Afinal, é um RPG ou não? Gostaria é de saber como ficará o sistema de levelling do personagem.

  • Haverão umas 300 quests (missões) em Arcania, que renderão em torno de oitenta horas de jogo. As missões principais (críticas para o avanço da história) deverão totalizar 30 a 40 horas. Apesar de desejar (bem) mais do que isso, entendo que hoje em dia está cada vez mais difícil (e caro) desenvolver RPGs que ultrapassem essa duração. Pelo menos ainda não caímos na piada que viraram os FPS, alguns dos quais com menos de 15 horas de duração. Um insulto ao bolso do consumidor, a menos que este goste muito de multiplayer.


  • O jogo sairá provavelmente no final do ano, para PC, Xbox 360 e PS3.
Bem, o jeito é aguardar para ver no que isso vai dar. Pelo visto, a série não será mais um RPG hardcore old school, mas se isso encorajar as vendas, aumentar a popularidade da franquia e viabilizá-la financeiramente, terá valido a pena. Desde, claro, que eles não descuidem da qualidade do enredo e dos personagens. Senão será uma vitória de Pirro.

Para saber mais:


OUTROS POSTS

0 comentários

Por favor, fique à vontade para comentar, criticar ou sugerir. Mas não será permitido trolling, bullying, spam, preconceito e ataques meramente pessoais ou destrutivos.