Links Cabeçalho

12/09/2014

Pillars of Eternity: TUDO o que você queria saber. Ou quase isso. (Parte 1)


Existe um período da história dos RPGs que provoca uma forte nostalgia nos jogadores de PC: a Era "Infinity Engine". A Infinity, para quem não sabe, foi originalmente criada para o famoso Baldur's Gate (mais detalhes sobre isso neste link), o título que catapultou a então desconhecida Bioware para o estrelato. O sucesso de público e de crítica obtido por Baldur's Gate (que não deve ser confundido com o fraco jogo de mesmo nome para consoles) estimulou o reuso da engine em novos títulos, uma prática relativamente comum na época. Constantemente repaginada e aperfeiçoada, a Infinity turbinou vários outros RPGs marcantes do período: Planescape: Torment, a série Icewind Dale, e, claro, Baldur's Gate 2: Shadows of Amn. Não é surpresa, portanto, ver o nome "Infinity" associado a tantas boas recordações entre aqueles que vivenciaram esta época.

Se você nunca jogou um RPG da safra Infinity, o momento é apropriado para fazê-lo. A desenvolvedora Beamdog vêm ressuscitando esses excelentes títulos em versões apelidadas "Enhanced". Recomendo particularmente a versão para tablets, que traz como vantagens a portabilidade, interface touchscreen e gráficos mais bonitos (um efeito colateral do tamanho reduzido desses aparelhos). Mas é inegável que as versões "Enhanced" decepcionam por não trazerem grandes atualizações tecnológicas. Quem esperava por uma genuína remasterização HD ou aperfeiçoamentos na jogabilidade, com certeza se decepcionou.

Para buscarmos um sucessor de fato à velha Infinity, devemos olhar em outra direção. Me refiro, no caso, a Pillars of Eternity ("Pilares da Eternidade"), o mais recente RPG da Obsidian, já em fase final de desenvolvimento. A Obsidian, como sabem, possui ótimo retrospecto nesta área. Seu time participou da construção de Planescape: Torment, considerado por muita gente como o melhor CRPG não apenas da safra Infinity, como também um dos melhores da história. Mas não terminam aí as credenciais dos fundadores da empresa. A lista de bons RPGs em que eles estiveram envolvidos é longa. Podemos citar, por exemplo, Fallout, Arcanum, Knights of the Old Republic 2, Fallout: New Vegas e South Park: The Stick of Truth. Então eu acho - acho! - que podemos dizer, sem medo de errar, que este povo entende do riscado.

01/09/2014

Vem aí Icewind Dale: Enhanced Edition! [UPDATE]


Para aqueles que, assim como eu, são fãs dos clássicos RPGs "Infinity Engine", uma boa notícia: a Beamdog está terminando de desenvolver uma versão "Enhanced" de Icewind Dale, a exemplo do que já havia feito com a série Baldur's Gate. O lançamento deve ocorrer dentro um ou dois meses para PC, e deverá custar 20 dólares. Já é possível comprá-lo em pré-venda, inclusive.

Infelizmente, a versão para iPad deve demorar mais tempo para ser lançada. Quanto tempo mais, ainda não sabemos. É uma pena. Para mim, o principal apelo das versões "Enhanced" é justamente a oportunidade de executá-las em tablets, com todas as vantagens de portabilidade e conforto que estes oferecem. Sem falar que os gráficos, já bem datados, ficam novamente lindos e bem definidos nas telinhas menores desses dispositivos, apesar da resolução ser até maior do que num PC comum.