Links Cabeçalho

31/10/2014

The Witcher 2 - Uma Resenha


Dando novamente um tempo em Pillars of Eternity, escrevo, a seguir, as minhas impressões sobre The Witcher 2: Assassins of Kings, que concluí recentemente. Sim, faço isso com um bocado de atraso, ainda mais considerando que comprei o jogo já no lançamento, ou seja, há mais de três anos atrás. Mas eu tive os meus motivos, como veremos a seguir. Infelizmente, motivos nada abonadores. O que é uma pena, já que sou fã da franquia, do personagem e da CD Projekt. Mas, calma, não troque de canal ainda.

20/10/2014

Aventurar-se em RPGs Old School? Pergunte-me Como.


Vou dar um tempinho em Pillars of Eternity para abordar rapidamente um outro assunto. Como você já deve saber, vários CRPGs “Old School” chegaram ou estão chegando ao mercado - Baldur's Gate 1 e 2 Enhanced Edition, Icewind Dale Enhanced Edition, o próprio Pillars of Eternity, Wasteland 2, Divinity: Original Sin, Shadownrun Returns, Legend of Grimrock 2, Torment: Tides of Numenera... a lista é considerável. Todavia, esses jogos são bem mais táticos e apresentam uma curva de aprendizado muito mais brutal do que em RPGs modernos, como Skyrim ou Mass Effect. Apresento a seguir algumas dicas simples para aqueles que gostariam de se divertir (e não apenas se frustrar) com estes belos exemplares da "jogabilidade de outrora", mas nunca tiveram algum tipo de experiência com o gênero.

10/10/2014

Pillars of Eternity: TUDO o que você queria saber. Ou quase isso. (Parte 2)


Prossigo aqui o grande apanhado de informações sobre Pillars of Eternity ("Pilares da Eternidade"), o CRPG da Obsidian que é sucessor espiritual de Baldur's Gate. Para ler a primeira parte, clique aqui.

Obs: a maioria das informações contidas nestes artigos foi retirada dos updates na kickstarter do projeto e no fórum da Obsidian. Algumas poucas coisas eu tirei de previews aqui e acolá de portais como PC Gamer, Rock, Paper, Shotgun e cia.  

Obs 2: para simplificar, PoE = Pillars of Eternity; IE = Infinity Engine.