Planetóide X

Aventurar-se em RPGs Old School? Pergunte-me Como.

segunda-feira, outubro 20, 2014 José Guilherme Wasner Machado 0 Comentários Categoria: , , ,


Vou dar um tempinho em Pillars of Eternity para abordar rapidamente um outro assunto. Como você já deve saber, vários CRPGs “Old School” chegaram ou estão chegando ao mercado - Baldur's Gate 1 e 2 Enhanced Edition, Icewind Dale Enhanced Edition, o próprio Pillars of Eternity, Wasteland 2, Divinity: Original Sin, Shadownrun Returns, Legend of Grimrock 2, Torment: Tides of Numenera... a lista é considerável. Todavia, esses jogos são bem mais táticos e apresentam uma curva de aprendizado muito mais brutal do que em RPGs modernos, como Skyrim ou Mass Effect. Apresento a seguir algumas dicas simples para aqueles que gostariam de se divertir (e não apenas se frustrar) com estes belos exemplares da "jogabilidade de outrora", mas nunca tiveram algum tipo de experiência com o gênero.

Descubra antecipadamente quais atributos e habilidades são pouco utilizados no jogo.

Desenvolvedores cometem erros. Ainda mais em títulos com jogabilidade muito complexa. Não raramente os caras incluem uma série de habilidades ou atributos que depois serão sub-utilizados ao longo da história. Acontece com bastante frequência. Não é pecado, portanto, ver antecipadamente o que os outros jogadores estão comentando sobre a campanha e daí descobrir quais atributos/habilidades são, na verdade, inúteis ou pouco usados.

Confie em mim, é melhor aprender com os erros alheios neste caso. Irá lhe poupar um bocado de raiva e de frustração.

Monte uma equipe versátil

Em praticamente todo CRPG Old School que se preze é essencial possuir uma equipe versátil e com talentos diferenciados. Ter uma equipe composta somente por guerreiros fodões, armaduras pesadas e armas poderosas pode parecer uma boa idéia, até que você se veja impedido de prosseguir por uma barreira mágica ou um portão reforçado. Tampouco adianta ter uma equipe treinada apenas em submetralhadoras e depois descobrir que a munição é bem limitada e ninguém poderá utilizar os vários cartuchos de escopeta deixados pelo inimigo. E na hora em que seu guerreiro poderoso cair ferido por um tiro, você lamentará não ter à mão algum nerd bem versado nas artes médicas.

Ao montar uma equipe, tenha sempre em mente que ela deve ser composta por classes e habilidades bem complementares.

Nem tudo é porrada

Para quê perder preciosos pontos de habilidade em coisas babacas como "diplomacia" e "negociação", quando podem ser melhor empregados em habilidades ofensivas e defensivas?

Habilidades "sociais" oferecem muitas vantagens: acessar missões exclusivas, abrir novas opções em diálogos, barganhar preços mais baratos nas lojas, recrutar NPCs para sua equipe, persuadir outros a fazer o que você deseja, intimidar inimigos, ser aceito em diferentes facções, e muito mais.

Especialize-se

Em CRPGs Old School, as "mudanças de nível" dos personagens costumam ser bem espaçadas e são escassos os pontos de habilidades a serem conquistados. Simplesmente é impossível ser fodão em tudo. Mas, ao final do jogo, você precisará de ter suas habilidades maximizadas, ou elas serão inúteis. A única maneira de conciliar tudo isso é se especializando. Se você tentar ser um "jack of all trades", terá ao final um personagem com muitas habilidades, mas todas elas fracas demais para serem efetivas contra os inimigos.

Icewind Dale: Enhanced Edition

Leia o manual

Em jogos como Skyrim, é difícil o jogador tomar decisões erradas na criação ou evolução do personagem. A curva de dificuldade é baixa, e sempre dá para consertar as burradas depois, dado o crescimento de poder generoso e freqüente do personagem. Em CRPGs Old School, se você notar que fez escolhas erradas na construção ou na evolução do personagem, provavelmente terá que começar tudo de novo. Ou recuar para um savegame bem antigo. De qualquer modo, irá perder horas e mais horas de jogo. Frustante, não?

Para evitar isso, estude cuidadosamente o manual. Pode parecer algo extremamente óbvio, mas você se surpreenderia com a pequena quantidade de jogadores que fazem isso hoje em dia, nesta época de jogos bem mais simples e intuitivos.

Faça as quests paralelas

Dificilmente a quest principal será suficiente para que seu personagem adquira o poder necessário à conclusão da história. Faça as quests paralelas. Quanto mais, melhor.

Leia!

CRPGs Old School costumam ter muito texto. Nos diálogos, ou em forma de livros, ou na descrição das cutscenes. Não seja afobado. Leia tudo com calma. Irá enriquecer seu jogo e o fará descobrir MUITAS coisas importantes.

Ah, não gosta de ler? Então talvez estes não sejam os jogos mais apropriados para o seu estilo (sem juízo de valor, ok?).

Pense taticamente.

Aqui não é Diablo. Se você não pensar taticamente, empregando com cuidado cada talento e recurso disponível, rodada a rodada, certamente irá morrer o tempo todo.

E não vai adiantar clicar mais rápido.

Pillars of Eternity

Seja criativo

Foi enfrentar uma criatura nunca vista, usou de táticas consagradas e ainda assim morreu de forma rápida e dolorosa? Tente outras abordagens. Algo que foi inútil contra o inimigo "A" pode produzir resultados impressionantes com o inimigo "B".

Cuidado aonde vai

Via de regra, os RPGs atuais, sempre preocupados em não frustrar seus usuários, nivelam os inimigos de acordo com o poder do personagem do jogador. Aqui não. Dependendo de onde você for, pode tomar uma surra homérica. Não fique chateado. Bata em retirada, lamba as feridas, vá fazer outras coisas e volte mais tarde, quando estiver mais poderoso. A vingança é um prato que é melhor saboreado frio.

Existem poucas sensações mais gratificantes do que limpar o chão com a cara de um inimigo que você considerava invencível horas atrás.

E se ainda assim estiver em dificuldades...

Se, a despeito de tudo, ainda estiver encalhado e frustrado com suas primeiras horas de jogo, não desista ainda. Dê uma olhada em walkthroughs das missões iniciais. Veja o que fazer e como fazer, com dicas de jogadores mais experientes. Isso permitirá que você avance com mais facilidade e se acostume melhor com o jogo, até sentir segurança de caminhar com suas próprias pernas. Não é vergonha alguma recorrer a uma ajudinha no início.

Procure ainda artigos "Tips & Tricks" sobre o jogo. Normalmente eles agregam dicas utilíssimas de jogadores mais experientes, e que lhe pouparão um bocado de aborrecimentos.


Boas aventuras!

OUTROS POSTS

0 comentários

Por favor, fique à vontade para comentar, criticar ou sugerir. Mas não será permitido trolling, bullying, spam, preconceito e ataques meramente pessoais ou destrutivos.